Fisioterapia Ocular no Tratamento da Cefaleia

Atualizado: Mar 28

A cefaleia de origem ocular, ou a dor de cabeça de origem ocular, é um dos inúmeros tipos de dor de cabeça existentes e acomete com frequência pessoas com desvios oculares latentes.

Os desvios oculares latentes, também chamados de heteroforias, acontecem por fraqueza ou déficit de atividade da musculatura extraocular de um ou dos dois olhos e causam um desequilibro durante a função de movimento ou fixação ocular.

Como forma de evitar sintomas, o sistema visual tenta compensar o desequilíbrio existente de tônus e força entre os músculos correspondentes dos dois olhos. Esse esforço constante leva a fadiga, e consequentemente a visão borrada, visão dupla, cansaço visual, dificuldade de leitura e cefaleia.

Os sintomas geralmente aparecem após um dia de trabalho intenso e a dor de cabeça é bastante característica, referida em regiões ao redor dos olhos, na região temporal ou na órbita, no fundo do olho.

A Fisioterapia Ocular é bastante eficaz para o tratamento deste tipo de cefaleia e é realizada através de terapia manual do aparelho oculomotor, exercícios de alongamento, relaxamento e reforço da musculatura extraocular, além de exercícios que estimulem a visão binocular única.




0 visualização